OPTOMETRIA: a Ciência da visão!

terça-feira, 21 de junho de 2011

OPTOMETRIA

"Profissional especialista na parte da física que trata da visão"

O que é ser um optometrista?

O optometrista é o profissional especializado em optometria. A optometria é a ciência da área da saúde ligada à física que trata da visão, principalmente dos problemas de saúde primários, ou seja, é o estudo dos problemas de visão não patológicos sobre o ponto de vista físico. O optometrista não utiliza nenhum procedimento ou medicamento invasivo, ele só observa e aplica técnicas de avaliação qualitativa e quantitativa do sistema de visão do paciente e é considerado preventivo. Caso o profissional encontre qualquer problema ou alteração ocular de origem patológica, ele está apto a reconhecê-lo e encaminhar a um especialista. O papel do optometrista é avaliar e medir a estrutura de visão em aspectos funcionais e comportamentais, além de propor meios ópticos de correção dos defeitos encontrados no globo ocular.

Quais as características necessárias para ser um optometrista?

Para ser um optometrista são muito importantes conhecimentos de física e biologia, além do interesse pela área da saúde. Outras características interessantes são:
  • boa visão
  • capacidade de observação
  • capacidade de organização
  • responsabilidade
  • metodologia
  • dinâmica
  • gosto pelas pessoas
  • facilidade diagnóstico
  • raciocínio rápido

Qual a formação necessária para ser um optometrista?

Para ser um óptico optometrista é necessário possuir diploma de Curso Superior em Tecnologia em Optometria, certificado pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC). O curso habilita o profissional a trabalhar com o diagnóstico ocular. Algumas matérias que fazem parte da grade curricular do curso são: anatomia geral, histologia, matemática, óptica física, óptica geométrica, química, bioquímica, biofísica, informática, estatística, lentes oftalmológicas, inglês técnico, entre outras.

Principais atividades de um optometrista

  • realizar anamneses (tipo de entrevista) individual para servir como ponto de partida de um diagnóstico. Nessa entrevista o optometrista recolhe informações sobre a rotina e os hábitos do paciente.
  • realizar exames para detectar problemas oculares
  • mede a estrutura ocular
  • determina valores querométricos da córnea
  • analisa o rendimento visual do paciente
  • propõe meios ópticos de correção dos defeitos oculares (óculos ou lentes de contato)
  • propõe o tipo de lente a ser utilizada (plástica ou mineral)
  • avalia o sistema ocular para apurar graduações e eixos para as lentes de contatos
  • determina quantidade e qualidade do filme lacrimal, para determinar a lente mais adequada
  • avalia o comportamento das lentes nos olhos do paciente, efetuando mudanças quando necessário
  • orienta os pacientes quanto a limpeza e manutenção das lentes ou óculos
  • pode participar de programas educacionais em escolas e instituições de ensino
  • pode fornecer dados as especialistas em casos patológicos

Áreas de atuação e especialidades

Algumas especialidades optométricas são:
  • optometria preventiva: trata da prevenção de problemas visuais e trabalha na tentativa de melhorar o rendimento ocular do paciente
  • optometria comportamental: trata do comportamento do sistema ocular e suas funcionalidades
  • optometria geriátrica: trata dos problemas relacionados à visão dos idosos
  • optometria pediátrica: trata dos problemas relacionados à visão das crianças
  • optometria desportiva: trata de problemas relacionados à visão nos atletas. Esse profissional é responsável por realizar exames de diagnóstico constantes
  • contatologia: é a ciência que trata da elaboração e aplicação das lentes de contato. Essa área trata dos tipos de lentes adequadas a cada problema diagnosticado e sua adaptação ao paciente. O profissional especializado em contatologia chama-se contatólogo
  • ortoqueratologia: é a ciência que permite a redução da miopia sem o recurso da cirurgia, utilizando somente óculos ou lentes de contato

Alguns tipos de problemas oculares tratados pela optometria:

  • miopia
  • astigmatismo
  • presbiopia
  • hipermetropia
  • disfunções da visão binocular
  • estrabismo
  • ambliopia

Mercado de trabalho

O mercado de trabalho para o profissional da optometria é amplo, porém, depende dos investimentos na área da saúde. A medicina preventiva, apesar de ser muito importante para manter o controle sobre a saúde da população, ainda não é tão estimulada como deveria, no Brasil. Investimentos no setor tem que ser feitos, além de programas de educação e orientação da população. O profissional encontra trabalho em locais como: casas de óptica particular, instituições de saúde, como hospitais e postos de saúde da rede pública ou privada, centro de medicinas do trabalho, clínicas privadas, além de poder trabalhar como profissional liberal, em pesquisa e desenvolvimento. O profissional também pode trabalhar na área da educação, orientando e trabalhando a prevenção junto à população.

Curiosidades

História da optometria
A palavra optometria vem do grego e deriva de "optometron", decomposta em "opto", que provém de "opsis" que significa visão e "metron" que siginifica medição.
A história da optometria começa com a invenção dos óculos, em cerca de 1.300 d.C. A partir de então, as técnicas de correção de problemas oculares se desenvolveram muito. Em 1585 surgiu o primeiro médico oftalmologista, o europeu George Bartisch. Já no século XIV, na Antuérpia, surge a primeira associação que fiscalizava a ação, o acesso a profissão e a conduta dos optometristas, a Guilda dos Oculistas. A regulamentação profissional veio mesmo em 1895, no Reino Unido, com a criação da Associação Britânica de Óptica. Em 1896 foi criada a Associação Americana de Óptica, nos EUA, e no ano seguinte foi criada a Associação Americana de Optometristas.

Onde achar mais informações?

REFERÊNCIA: Redação Brasil Profissões, DISPONÍVEL EM: http://www.brasilprofissoes.com.br/profissoes/optometrista. Aceso em: 23 jun de 2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário